Batalhas e solidão

25 10 2008

    “Hoje, dia 26 de Novembro de 1775, o meu navio travou uma batalha com um navio pirata.

    A luta foi extremamente dura, envolvendo canhões, espadas, pistolas e mais algumas armas, foi uma batalha de sangue, mas nós conseguimos ganhar, apesar das dificuldades, pois perdemos alguns homens muito importantes.

    Ponho-me a pensar enquanto escrevo, como estará o meu pai e a minha mãe na minha aldeia natal (Vig). Eles estão bem, de certeza, e eu aqui no meio do mar, em guerra, na solidão dos oceanos, subindo e descendo ao mastro mais alto para ver terra.

    Afinal, quando era criança queria vir para o mar, agora já não tem piada. Agora queria estar em casa com a minha família.

    Bem, por hoje é tudo, veremos que novas aventuras vamos viver.

                                                                                                          Hans.”

Autor: Pedro Martins, 9ºB


Ações

Information

3 responses

25 10 2008
discursoindirectolivre

Mais uma aventura! Não há solidão de oceanos que resista!

29 10 2008
noyd

isto cheira me a balada do mar salgado (?) ou “arte embarcadiça” parecida. esta semana o programa da paula moura pinheiro tinha um entrevistado de excelência. o fernando lopes ( cineasta e pai do diogo ) a falar do Cardoso Pires. vale mesmo a pena ver ou rever no sitio da rtp > tv > rtp 2 > câmara clara.

3 11 2008
rosa almeida

Inconfundível Noyd,

Câmara Clara é excelente. Ontem o tema foi um pouco negro. É a vida.
Mantém-te em linha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: